Páginas

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Quando amas o que tens, tens o suficiente

Passamos a vida a comparar-nos. É fácil fazê-lo. A sociedade de uma forma geral impulsiona-nos a querer sempre mais, quase nos é imposta esta insatisfação constante de nunca ter o suficiente. Mas ao olhar melhor para o que temos, dar valor e apreciar as pequenas coisas, provavelmente teremos a sensação que temos o suficiente.
É difícil, bem sei. Olhamos para o "emprego de sonho" do colega do lado, para o carro do vizinho, para a casa do amigo, para relação do casalinho "perfeito" e facilmente concentramos em comparar desvalorizando o que temos. Quando nos focamos no que temos, quando enaltecemos o bom de cada coisa, há uma mudança no chip e provavelmente o sentido de gratidão aumenta. A casa pode não ser enorme, mas é confortável, o carro pode não ser novo, mas trabalha e leva-te onde queres, a relação pode não ser perfeita, mas vamos lá ser realistas, será que isso existe mesmo? Podes não ser a mãe perfeita, mas és a melhor mãe que os teus filhos poderiam ter?
A verdade é que mudando a perspetiva quando se olha para o que se tem, amando verdadeiramente o que temos, estimando e agradecendo cada pequena coisa, cria-se a sensação de abundância e isso é MARAVILHOSO.
Já pensaram nisto?










1 comentário: