Páginas

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Comecei um Detox e agora? #2

Passou pouco mais de uma semana do detox e devo dizer-vos que a maior dificuldade é sem dúvida os snacks, a fome entre refeições e aquela vontade de comer coisas doces ali a seguir ao jantar e antes de deitar.
Às refeições principais a malta sabe as opções saudáveis que tem de fazer e a coisa corre bem: carne ou peixe, leguminosas, verdes… não há muito que saber.
Pequeno-almoço às vezes sinto-me saturada dos ovos e é nessa altura que tento compensar a coisa com outro tipo de fonte proteica, por exemplo: presunto.
Depois os lanches é que é mais complicado… adoro pão e custa-me ver as pessoas à minha volta a comer a sua bela sandocha e eu de volta de um punhado de amêndoas com pele. Nessas alturas e quando já me começo a coçar por qualquer coisa mais consistente, como um quadradinho de chocolate preto e o meu coração sossega.
Esta semana vou experimentar para além dos ovos, fruta e frutos secos, cenoura aos palitos como snack. Sempre dá para variar qualquer coisa.
À noite, para contrariar a tentação de comer doces optei por ir para a cama mais cedo, antes de sentir essa fúria e tirando o facto de acordar com mais fome, aguenta-se bem.
Resumindo, sobrevivi a esta primeira semana e sem grandes dramas.
E por aí alguma resolução alimentar de início de ano? Dificuldades, angustias, medos?
Contem-me tudo!

2 comentários:

  1. Uau!! Parabéns! Diz-me: a que tipo de nutricionista foste? Estou curiosa sobre se te receitou suplementos.

    ResponderEliminar
  2. A mim também me custa muito à noite. Às vezes faço chá (daquele noites tranquilas), sempre enche e ocupa as mãos e a boca, mas depois farto-me de acordar para fazer chichi... eheh

    ResponderEliminar