Páginas

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Olhar para o que realmente interessa

Quando li este artigo e vi as fotos tive dificuldade em encontrar as ditas estrias. A sério!? Com um corpo destes quem é que vai reparar nas estrias???
Temos de olhar para o que realmente interessa e não me estou a referir olhar para a foto em especifico. Refiro-me a olhar para nós mesmas que por vezes temos tendência a ser tão criticas , tão pouco tolerantes connosco. Se nem a modelo da foto é perfeita, porque raio buscamos nós isso?
Foquemo-nos no que interessa. E certamente não são as estrias, o pneu ou a celulite que temos e que gostaríamos que não existisse. O corpo de cada um é como é e devemos amar cada parte, até as mais “imperfeitas”. São essas “imperfeições” que nos diferenciam e cada uma dessas marcas representa parte da história de vida de um ser humano maravilhoso que é feito de carne e osso, com tudo a que isso implica. Só isso.
Portanto da próxima vez que te sentires um chouriço, um porco pronto a ir para o assador ou um balão insuflado, pensa na imagem da Jasmine Tookes com estrias e que afinal todas nós temos “imperfeições”. Ajuda a relativizar um bocadinho a coisa.





Sem comentários:

Enviar um comentário