Páginas

terça-feira, 19 de abril de 2016

5 Formas de conseguires mais tempo para ti

Nós (mulheres) e a nossa necessidade de controlar tudo.
Acho que isto acontece de uma forma geral com a maioria. Temos a mania que só nós é que sabemos pôr o amaciador da forma correta na maquina de lavar roupa, encaixar da melhor forma a louça na máquina de lavar louça, despachar mais rápido o/s miúdo/s, arrumamos melhor e até sabemos escolher qual o caminho mais rápido para chegar a determinado sítio.
Verdade, e desculpem-me os homens, isso é indiscutível. As mulheres conseguem fazer as coisas mais rápido que vocês e até têm a capacidade de fazer milhentas coisas ao mesmo tempo, fruto de uma série de estigmas que a sociedade nos foi impondo ao longo dos tempos, este vídeo exemplifica muito bem isso:



Minhas boas amigas, nós conseguimos fazer muita coisa, mas não somos obrigadas a fazer tudo. Peçam e deixem que vos ajudem, pela vossa rica saúde.
Se queres ter mais tempo para ti, experimenta:
  1. Delegar – delega tarefas em casa (e no trabalho também). Se não tens dinheiro a sorte de ter uma empregada interna, estipula tarefas a cada membro da família para que se estabeleça uma rotina e se saiba exatamente o que cada um tem de fazer, por exemplo: se tu cozinhas, ele lava a louça (e não vale ires lá meter o bedelho a dizer que devia ter arrumado assim ou assado na máquina, é função dele. Não te metas!). Até as crianças podem e devem ter tarefas: arrumar os seus brinquedos e pôr a mesa, por exemplo.
  2. Pedir ajuda – as pessoas não são obrigadas a adivinhar o que precisas: fala. Pede ajuda antes de explodires por não aguentares mais. Se depois de jantar ainda tens de pegar no computador e há uma máquina de roupa para estender e ele se alaparda no sofá a ver vídeos no Youtube, pede-lhe gentilmente que ele vá estender a roupa. (E mais uma vez, deixa-o fazer como ele sabe. Não te metas! Concentra-te apenas no que tens de fazer).
  3. Permitir que te ajudem – às vezes as pessoas até se apercebem que estás assoberbada, stressada e oferecem ajuda. Aceita! Não há mal nenhum nisso! Ninguém te vai achar pior mulher, dona de casa, mãe, profissional, pelo contrário. Não tens de fazer tudo, sozinha!
  4. Relaxar, relativizar – quando estamos de cabeça cheia é fácil explodir, resmungar, dizer aquilo que não queremos. Relaxa. Nem tudo é tão dramático como parece. Um copo de leite entornado em cima da mesa e da criancinha acabadinha de vestir, pronta a ir para a escola, é mesmo só um copo de leite derramado, apenas isso. Não é o fim do mundo em cuecas. Relativiza.
  5. Oferecer-te um “me time” – aquele momento só para ti, para relaxar calmamente num banho de espuma, para ler, para correr, para ver a tua série favorita, para tomar um café na esplanada e ler uma revista, o que for. O importante é permitires ter esse tempo para ti. Tu mereces!

Sem comentários:

Enviar um comentário