Páginas

sábado, 26 de dezembro de 2015

Resolução pós-natalícia

Este Natal foi um abuso, de tudo. De comida, de doces, de presentes. A coisa tomou tamanho descontrolo que andei estes dias indisposta a valer, o que não compensa o eventual prazer que pode dar comer tanta porcaria.
Uma pessoa começa a cortar numa série de coisas e depois quando abusa o corpo ressente-se não há volta a dar e tenho de me convencer que não me posso dar a estes luxos. Não aguento o estado em que me encontro neste momento (pareço um peixe balão inchado e pronto a rebentar). Credo! Não bastava o peso na consciência e na balança ainda isto para me fazer sentir mais culpada. Baaaaaahhhh!


Sem comentários:

Enviar um comentário