Páginas

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Ser mãe é... #48

Ficar de lágrima no olho quando, já deitado na cama, o puto me pega na mão, a coloca na carinha pequenina e de pele suave dele e diz: "Esta é a minha mãe! A minha mãe!" num tom doce, mas ao mesmo tempo tão convicto e amoroso que me emocionou profundamente e ficará para sempre registado na minha memória. Há lá maior declaração de amor que esta?

Sem comentários:

Enviar um comentário