Páginas

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Então agora tudo se resume a malhar?

Não. A minha vida não é só exercício, nem coisas saudáveis, mas tenho-me focado nisso para arranjar energia para as outras áreas que me consomem demasiado.
Estou empenhada em fortalecer o corpo (e a mente) porque sei que isso me vai ajudar a enfrentar tudo o resto.
Ontem por exemplo, era dia de treino. Não consegui acordar tão cedo quanto gostaria, para poder treinar antes de ir trabalhar, à noite sabia que também não ia dar. Só tinha uma janela de oportunidade, a hora de almoço. Fui a casa, meti uns legumes a cozer, vesti o equipamento, comecei o treino. Nos minutos de descanso do circuito fui aproveitando para ir estendendo uma máquina de roupa. No final tomei um banho, comi os legumes com uma sobra de seitan do dia anterior e saí de casa revigorada, mais leve, mais feliz.
A vida não é só malhar, mas faz-me muito mais feliz.

Sem comentários:

Enviar um comentário