Páginas

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Destes dias sem a criança

Na verdade passaram-se pouco mais de trinta e seis horas, mas parece que já não estou com o miúdo há uma eternidade e as saudades começam apertar.
Ainda assim à que aproveitar esta vida de "solteiros" e fazer coisas que normalmente não conseguimos fazer:
- ir às compras com calma
- sair do trabalho à hora que for, sem pressas e poder ir onde nos apetecer
- jantar às sete ou às dez e a seguir ainda ir beber um copo, sem termos de estar a contar os segundos de babysitter
- escolher o restaurante em função do que nos apetece e não por ser um sitio babyfriendly
- poder ir aos sítios da moda sem medo de passar uma vergonha com as birras do miúdo
- ter tempo para me arranjar de manhã, escolher acessórios, maquilhar-me e conseguir fazer o dia todo de saltos
- sair de casa apenas com uma mala pequena
- não ter horários e namorar muito e sem pressas
Apesar de estarmos a trabalhar quase parece que estamos de férias, (mas no fundo não vejo a hora de o voltar a ter cá por casa).

Sem comentários:

Enviar um comentário