Páginas

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Hoje de manhã na creche

Já ia ele de mão dada com a educadora, quando volta para trás de braços abertos para me dar um abraço. Deu-me aquele abracinho bom que só ele sabe dar e depois voltou a dar a mão à educadora, e a dizer-me adeus, com aquela mini mão amorosa, entrou para dentro da sala com um sorriso rasgado e uma alegria contagiante.

Sem comentários:

Enviar um comentário