Páginas

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Música da carochinha ou canção porca

Estava à procura de músicas infantis no YouTube e encontrei uma playlist de músicas da carochinha. Lá pus aquilo a tocar e de repente começa a música das "três pombinhas a voar" e se esta música não roça a ordinarísse, anda lá perto. Eu que achava que só algumas letras da igreja é que têm um carácter muito sexual, vejo-me completamente surpreendida por esta. Ora atentem na música e letra:



Lá vai uma, lá vão duas pombinhas, três pombinhas a voar
Uma é minha outra é tua, outra é de quem apanhar
A criada lá de cima é feita de papelão
Quando vai fazer a cama diz assim para o patrão 
Sete e sete são quatorze, com mais sete são vinte e um
Tenho sete namorados e não gosto de nenhum
Lá vai uma, lá vão duas pombinhas, três pombinhas a voar
Uma é minha outra é tua, outra é de quem apanhar

Pode ser a febre que me está a fazer alucinar, mas para mim a empregada é uma grandessíssima vaca que anda a pinar com sete gajos e já perdeu a sua virgindade há muito.
Ora reparem na analogia: 
- as pombinhas são a puresa da empregada, que a esta altura já vai longe 
- o patrão deve querer afinfar na empregada enquanto ela lhe faz a cama e é nessa altura que ela lhe responde que anda com sete marmanjos ao mesmo tempo, mas que aquilo não é amor. São só relações carnais, mas o patrão é feio e não vai ter sorte nenhuma. Pobre homem que depois de ouvir a empregada fica sem qualquer réstia de esperança.

Resumindo, se querem que os vossos filhos cresçam com alguma decência, não os deixem ouvir esta música e tenham bastante atenção às canções farsolas que para aí andam, que isto nunca se sabe. É um passinho das músicas da carochinha para músicas ordinárias.

Sem comentários:

Enviar um comentário