Páginas

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Ora vamos lá a balanços

2014 foi um ano bom, aliás, os últimos anos têm sido bastante bons e não me posso queixar da vida que tenho, mas balelas à parte, dos objetivos mais quantificáveis que estabeleci para este ano só realizei três.
Ora a ver:
O ano passado entre os desejos de saúde, felicidade e a ambição de ser todos os dias uma pessoa melhor, escrevi e passo a transcrever:
- Mudar para uma casa maior, onde possa ter um quarto de brinquedos para o Francisco, um escritório para o homem e uma sala grande para poder reunir a família e os amigos à volta de uma grande mesa;
- Ter a coragem de empreender um negócio próprio;
- Manter o peso que tenho agora e continuar a fazer algum exercício físico;
- Ler mais;
- Conseguir ser mais arrumada e organizada;
- Fazer um curso de escrita criativa, um workshop de cozinha vegetariana e um de fotografia;
Ora destes lindos objetivos os únicos que consegui mais ou menos concretizar foram:
- A parte do exercício. Sendo que isto mais que um objetivo é uma rotina/hábito que quero incutir a mim própria e apesar de me ter inscrito no Yoga e a coisa está a ser relativamente mais regular, a parte das corridas está em falta. Na verdade desde que estabeleci este objetivo, apenas fui correr uma vez. Bem sei, shame on me.  E neste momento de novas resoluções, nada melhor que definir um objetivo mais claro: Yoga duas vezes por semana e corrida uma.
- A parte de manter o peso consegui concretizar e por isso só quero continuar assim, mas como o objetivo para além de ser mais magra é ser saudável, para 2015 quero ter uma alimentação melhor, mais equilibrada, com mais fruta, legumes e verduras e menos porcarias.
- A leitura foi outra das coisas que consegui melhorar bastante, ainda não consigo ler um livro por mês, mas a verdade é que li mais este ano, do que nos últimos dois. Estou no bom caminho e nesta fase o meu objetivo é conseguir ler um livro de dois em dois meses, o que dá uma média de 6 livros/ano.
- O ser mais arrumada/organizada é também mais um hábito do que outra coisa e tal como todos os hábitos, são as rotinas que os criam. Penso que estou melhor, a minha tentativa de arranjar espaços específicos para guardar as coisas tem ajudado, mas este é um objetivo que vai continuar na lista, porque ainda não estou no nível que pretendo.
De resto, todos os outros objetivos ficaram em águas de bacalhau. A ver:
- Não tirei nenhum curso de escrita criativa, cozinha vegetariana e ou fotografia, portanto estes vão continuar na lista dos objetivos para 2015, com uma pequena alteração, em vez do workshop de cozinha vegetariana, quero fazer um workshop de alimentação saudável.
- Quanto ao negócio próprio, bem… falta-me a coragem e uma ideia que realmente me encha as medidas e permita que a realização deste sonho seja sustentável e por isso, o objetivo vai continuar para 2015. Sendo que já percebi que não se pode querer tudo de uma vez e rápido. As coisas demoram o seu tempo e por isso, o grande objetivo é: ser mais empenhada a passar as ideias do papel para a realidade. Passar para a realidade as ideias que tenho aqui para o estaminé, ideias que tenho para um pequeno hobbie, ideias que tenho para resolver a minha situação profissional atual. Acima de tudo, percebi que nem sempre conseguimos mudar tudo num ano, mas que se não fizermos rigorosamente nada, aí é que nada avança. Podemos não conseguir chegar onde queremos num ano, mas o importante é ir dando pequenos passos congruentes para lá chegar.
- E esta última frase aplica-se também à mudança de casa. É algo que gostava, gostava mesmo muito, mas por diversas circunstâncias, percebi que ainda não é o momento e não vale a pena precipitar as coisas. Um dia iremos mudar para uma casa maior, mas não foi este ano e não será seguramente para o próximo. Por isso, a minha resolução para 2015 é apenas tornar o nosso T2 o mais acolhedor, organizado e confortável possível. Reciclar, reutilizar e reorganizar por forma a que todos nos sintamos bem e felizes no nosso lar.
Em jeito de conclusão, o ano de 2014 foi muito bom, de muita aprendizagem e crescimento. Aprendi acima de tudo a ser mais calma e ponderada e percebi que não podemos querer tudo já, as coisas demoram tempo a ser conquistadas, alcançadas e o importante é ter a persistência de continuar até se chegar lá.
Que 2015 seja o ano da concretização de pequenos passos, de mais fazer e menos queixar, de mais altruísmo e menos egoísmo, de mais exercício e menos sedentarismo, de mais leitura e menos ócio, de mais paz e menos stress, de mais harmonia, de mais energia, de mais cultura, de mais amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário