Páginas

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Tiro no escuro

Quando uns amigos nos propuseram ir assistir a esta peça disse logo que sim. A ideia de entrar numa peça a fazer lembrar o Castle tinha tudo a ver comigo. E lá fomos.
E a verdade é que superou todas as minhas expectativas. É um tipo de teatro que não conhecia, em que o público participa na peça, no fundo é um teatro interativo. E o meu grupo acertou no assassino! Ainda têm até quinta-feira para irem e descobrirem também afinal, quem deu o Tiro no Escuro?
Arranjem uma grupeta porreira e vão, vale a pena e é bem engraçado. Vão sentir-se a Beckett e o Castle num daqueles episódios em que parece impossível descobrir quem é o assassino.

Sem comentários:

Enviar um comentário