Páginas

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Andava eu ontem a ver um espaço alternativo para a festa de um ano do Francisco, que isto do São Pedro se lembrar de abrir as águas esta semana não veio nada a calhar, e faço o telefonema habitual para a creche a saber se está tudo bem e dizem-me: "Achamos que o Francisco está com varicela."
Só não cai redondinha no chão, por sorte. Parecia que tinham largado uma bomba mesmo ali ao pé de mim, até atordoada fiquei. Depois tive vontade de largar a berrar, mas isso não resolvia nada, portanto tentei encarar a coisa com racionalidade: caso fosse mesmo varicela a única soisa a fazer seria adiar todas as festas programadas para este fim-de-semana.
Sorte que (acho eu), foi tudo um grande falso alarme e apenas uma reação alérgica às picadas das melgas deste fim-de-semana, mas pelo sim pelo não, vou continuar atenta a qualquer borbulhinha que surja e agora para além de rezar por bom tempo no sábado, vou rezar para que o puto não me adoeça até lá.

Sem comentários:

Enviar um comentário