Páginas

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Culpa

Nos últimos dias tenho-me sentido invadida por uma culpa que me consome a alma. Se por um lado dedico mais tempo ao trabalho, sinto que estou a ser má mãe e que devia dedicar mais tempo ao Francisco, se dedico mais tempo a organizar a casa, ou me sento um pouco no sofá a ver uma série ou a ler um pouco, ou a escrever aqui no estaminé sinto peso na consciência porque devia estar era ao computador a trabalhar e parece que este carrossel nunca mais tem fim.
De todas as culpas a que mais me consome é achar que não consigo ter tempo de qualidade para o Francisco. Que gostava de ter mais tempo para o vestir com calma de manhã, lhe dar o leite com calma e não ter de o pressionar para ele se despachar para o poder deixar na creche e chegar a horas ao escritório.
Sinto-me numa correria desenfreada, num stress pegado e só queria conseguir equilibrar tudo e livrar-me do peso desta culpa que me anda a consumir.

Sem comentários:

Enviar um comentário