Páginas

sábado, 21 de junho de 2014

Welcome to Africa

Digamos que ao fim de uma semana em Maputo já deu para perceber o espírito da coisa por estas bandas. Já fomos mandados parar pela polícia (2 vezes), uma delas fomos multados. Já passamos pelo stress na fronteira, vistos e afins. Já percebi o que é conduzir à noite fora da cidade, camiões parados sem os quatro piscas ligados, pessoas a atravessar a estrada em pleno breu, buracos e mais buracos em plena auto-estrada (se é que se pode chamar auto-estrada a uma estrada apenas com duas faixas, esburacada e com semáforos pelo meio). E pronto Moçambique é muito isto, mas também é poder comer uma boa lagosta a um preço acessível, também é poder passar algum tempo na praia paradisíaca, poder atravessar a fronteira e ir ver leões, elefantes, girafas, rinocerontes, hipopótamos no seu habitat natural, e também é poder tomar um pequeno-almoço com esta vista:

É verdade há muitas coisas chocantes para quem vem do ocidente, mas também há muitas que nos deslumbram. Acho que só falta mesmo o cheiro a terra e aquele bafo quente de cortar a respiração.
E agora vou só ali assistir ao casamento de uns amigos e já venho.

Sem comentários:

Enviar um comentário