Páginas

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Sobre o que se escreve, o que queria escrever e o que posso escrever...

Quando uma pessoa cria um blog para debitar uns bitaites não pensa muito bem nas repercussões que isso pode ter e como só tem uma dúzia e pouco de seguidores, não pensa no alcance que as suas palavras poderão ter... Enfim... Até um dia acontecer uma ou outra situação de alguém ficar melindrado com algo que se escreve e ser o alerta para aquilo que se pode ou não publicar. É que sem querermos podemos ferir os sentimentos de alguém e isso não é bom. Às vezes apetece-me debitar aqui tanto disparate, dizer tanta merdinha, queixar-me disto ou daquilo sem qualquer pudor, mas depois penso que pode haver quem leve a mal e retraio-me e depois fico chateada comigo própria, afinal este é o meu espaço e não devia ter medo de "dizer" o que quer que fosse, certo?
Não fosse uma pessoa ter consciência e era tudo muito mais fácil, não era?

1 comentário:

  1. Compreendo-te tão bem... Ha tanto que me fica por dizer no blogue... Mas a nao ser que cries um blogue anonimo e o andes a esconder o resto da vida, vais ter sempre de pensar nos outros antes de escrever o que quer que seja... :(

    ResponderEliminar