Páginas

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Consulta do viajante

Ora uma pessoa tem de ir à consulta do viajante, marca para não ter de esperar muito, chega a horas, tem de esperar que a secretaria abra, enquanto duas funcionárias simpáticas mas mais lentas que um caracol põem as coisas a trabalhar, faço inscrição, lentidão das lentidões. Espero mais meia hora, sou finalmente atendida por uma médica e duas assistentes. Vou à farmácia num instante para comprar as vacinas que o centro de saúde não tem disponíveis. Pago uma pipa de massa. Chego ao centro de saúde, pago mais uma vacina e neste preciso momento, uma hora e meia depois de ter chegado, ainda estou à espera para levar as vacinas... E a lentidão continua... E eu com o chão a fugir-me debaixo dos pés.

Sem comentários:

Enviar um comentário