Páginas

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Andei este fim de semana a deprimir um bocado. O marido a trabalhar (sexta e sábado), o tempo que esteve uma merda e eu que só me conseguia queixar deste primeiro mês de regresso ao trabalho e da adaptação ao novo ritmo que não está a ser fácil. Conseguir manter o equilíbrio entre os papéis de mãe, esposa, profissional, dona de casa e eu própria enquanto mulher parece uma missão impossível e tenho-me sentido agastada.

Felizmente que o fim de semana terminou com sol e com um domingo cheio,como eu gosto.
O homem tinha uma prova de karts com os amigos em Palmela, o meu irmão juntou-se à festa e de manhã lá fomos todos para o outro lado. Eu que tinha comentado que nunca tinha andado de karts e que até gostava de experimentar fui surpreendida pelo meu estimado esposo que me cedeu o lugar dele na prova. Assim, sem saber ler nem escrever lá fui eu correr e ficou o homem a cuidar do Francisco.
Consegui um misero 16º lugar (em 20), mas o que interessa foi ter libertado o stress que andava para aqui acumulado.
E depois para compensar todo o esforço da prova, nada melhor que um belo repasto num parque de merendas perto do castelo de Palmela. O primeiro pic nic do ano e com cheiro a Primavera, a primeira vez do Francisco num parque de merendas, a primeira vez que provei a 5 e meio.
Estava mesmo a precisar de um dia assim: de apanhar sol, de estar com amigos, de abraçar o homem sem ser para me despedir dele de manhã, de ver o pai a passar tempo de qualidade com o filho, de ver o Francisco a brincar com o tio, de sentir o cheiro a relva, de ouvir o som do vento a bater nas folhas das árvores, de ver o Francisco maravilhado com o bambolear das árvores ao sabor do vento, de me sentir leve...
Afinal era de um dia assim que precisava para conseguir relativizar e aceitar esta nova fase e deixar de parecer um novelo de lã todo emaranhado.
Venha daí mais uma semana e o segundo mês desta "nova" vida!
Ainda nas boxes a tentar perceber como funcionava o kart.

Vista do Miradouro de Palmela.


Sem comentários:

Enviar um comentário