Páginas

segunda-feira, 17 de março de 2014

Primeiro dia de creche boicotado por virose

Hoje acordei com o coração apertadinho, era o primeiro dia de creche do Francisco e às dez da manhã lá iria levá-lo para passar uma horita com amiguinhos e educadoras. Arranjamo-nos e quando íamos a caminho ligaram a dizer que a semana passada tinha andado uma virose de gastroentrite por lá e que alguns meninos regressaram do fim de semana ainda com sintomas, pelo que seria melhor adiarmos a iniciação do Francisco. Concordei de imediato e agradeci a sinceridade do telefonema, afinal como ele ia só uma hora poderiam ter escondido o que se estava a passar.
Voltamos para casa, mas o meu coração continuou apertado. Se por um lado adiamos o inevitável (ele ir para a creche), por outro tenho a preocupação acrescida da virose que por lá anda. Vou dar uns dias até o ir deixar, mas quando tiver de ser vou estar constantemente a pensar se o vírus já terá abandonado a creche ou se ainda lá anda, e se o Francisco poderá apanhar alguma coisa... 
Enfim, preocupação de mãe não tem fim, certo?

Sem comentários:

Enviar um comentário