Páginas

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Ainda a propósito do post dos 3 meses do Francisco

Perguntava-me um amigo pelas coisas más da maternidade. Se as há? Claro que sim. Por acaso tivemos a sorte de ter um bebé relativamente calmo, que até agora nos tem dado boas noites, é uma benção e agradeço aos céus todos os dias por isso.
Mas claro que há coisas más e chatas como o início da amamentação, que toda a gente (ou a maioria) pinta como algo belo e romântico, mas que não é assim tanto. Dói, é preciso muita persistência e principalmente muita calma e paciência. A fase das cólicas que eles choram sem parar. O passar um dia (ou vários) em que não se consegue sequer tomar um banho, ou comer uma refeição decente. O estar para sair de casa e levar com um grande bolsado pela roupa abaixo, do bebé e minha. O facto do xixi sair para fora da fralda a meio da noite e ter de se trocar o bebé e a cama e ele despertar e depois demorar quase duas horas a voltar a dormir. O não se conseguir ter tempo para namorar com o marido como se namorava antes. O não conseguir ler uma revista, um livro ou um jornal. O não conseguir fazer planos, ou melhor cumpri-los. O embaraço alheio quando o bebé se lembra de berrar em público. O não poder beber um vinhinho em (raros e escassos) jantares com amigos. O não poder comer chocolate, castanhas, feijoada e cozido à portuguesa. O ter sempre 500kg de roupa por semana para lavar e passar. E acho que ainda era capaz de enumerar mais umas quantas coisas chatas.
No final de contas, pesando tudo na balança, isto são tudo coisas menores e o que fica é a magia de ser mãe, de ter um novo ser na nossa vida, de ver a evolução dele todos os dias e basta apenas um sorriso dele para apagar da nossa memória e corpo todo cansaço e aborrecimento. Afinal nisto de ser mãe as coisas boas são muito mas, muito mais que as más, o que torna isto da maternidade algo MARAVILHOSO!

Imagem enviada por uma amiga a propósito do post anterior. BD que retrata tão bem isto de ser mãe! Tãaaao bom!

2 comentários:

  1. Amiga, podes comer isso... eu comi, e o Henrique está aqui rijo. Desde que seja com cabeça, tronco e membros, e sem te alambuzares à maluca. Chateavam-me a cabeça por causa da canela... que fazia cólicas e patati-patata... eu lá ia comer arroz-doce sem canela?! Mas está tudo maluco?! Já não bebo tanto café como dantes (mas também não é uma coisa que seja indispensável à minha sobrevivência!), mas para puto excitadinho já tenho um naturalmente, e não são precisos estimulantes-extra ;) Só tens de ter cuidado com o marisco não provocar-lhe alguma reacção alérgica, mas... não sejas pateta, come castanhas, chocolate, cozido e feijoada, se te apetecer :)

    ResponderEliminar