Páginas

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Merdas

Andava aqui a arrumar caixas e dei com um pequeno livro que alguém me ofereceu quando fiz 25 anos, um pequeno livro sobre amizade, com frases lindas e uma dedicatória amorosa. Mas depois há merdas, acontecem coisas que não deveriam acontecer e acabam por destruir grandes amizades. Há uns anos "perdi" assim um amigo, precisamente por causa de merdas, de atitudes irrefletidas e nunca mais nada vai voltar a ser como era.  Não guardamos rancor, continuamos a desejar o melhor para cada um, mas a cumplicidade e naturalidade com que partilhávamos as nossas vidas foi-se e não volta. A amizade ruiu e isto é triste, é muito triste.

Sem comentários:

Enviar um comentário