Páginas

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Rotina? Mas qual rotina?

Nasce um bebé e de repente vemo-nos em casa com um pequeno ser que muda tudo. O relógio parece que tem no máximo 5 horas, os dias são contabilizados em mamadas, as tarefas a fazer parecem ficar para segundo plano e assim que se têm uns míseros 5 minutos é aproveitar para tomar um banho rápido e vestir qualquer coisa que não seja uma t-shirt largueirona. Fazem-se festas e atiram-se foguetes cada vez que se muda uma fralda e somos presenteados um grande xixi e um grande cocó. Anotam-se intervalos de mamadas, os xixis e os cocós e a tv agora emite mais vezes a baby tv do que a Fox life.
Já temos uma semana e meia de Francisco cá em casa e não há rotinas, não há forma de conseguir prever, planear o que quer que seja porque a hora da mama é livre e é quando o pequeno alarve se lembra de abrir a goela a pedir por leitinho.
Alegra-me olhar para ele e ver que está a crescer, que é um bebé saudável e lindo e pensar que no fundo estamos todos a habituarmo-nos a este novo mundo, a esta nova forma de viver e em breve tudo estará com certeza mais normalizado.
Enquanto isso, basta um sorriso do pequeno Francis e esquece-se o cansaço, os olhos pesados e tudo parece perfeito.

1 comentário: