Páginas

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Aventuras de pais de primeira viagem #1

O primeiro banho em casa

Estivemos três dias na maternidade e enquanto lá estivemos foram os senhores enfermeiros que deram banho ao pequeno Francis.
Chegados a casa foi a nossa vez e foi caótico.
O pai todo confiançudo preparou a água do banho, mas encheu demasiado a banheira. Ora quando metemos o bebé na banheira a água quase lhe cobria a cabeça. Depois o pai, que tinha referido que estava mais que preparado para dar banho, afinal já não se lembrava como pegar no bebé e o miúdo aflitisssimo com aquilo tudo começou a mexer-se e foi ver o homem a gritar por ajuda que o miúdo lhe estava a escorregar das mãos. Lá fui em auxílio dos dois e conseguimos passar o miúdo por água, mas demoramos tanto tempo com isto tudo que quando o tiramos e começamos a limpar, também com o mesmo nível de atrapalhação anterior, a criança batia queixo e chorava que nem um desalmado e  nós cada vez mais nervosos e desajeitados. Como se não bastasse o pequeno príncipe resolveu brindar-nos com um xixi e um cocó na toalha enquanto o limpávamos, o que exigiu ir buscar uma nova toalha, limpá-lo novamente e preparar uma nova roupinha para lhe vestir que a anterior ficou toda encharcada.
Ao fim de uns 15 minutos, (atenção que um banho ao bebé deve demorar no máximo 5), lá conseguimos ter a criança vestida, (até gorro lhe metemos) para ver se ele voltava a repor a cor da pele e parava com os tremeliques.
Enfim, a criança sobreviveu a este primeiro banho e nós também, mas a coisa foi tão caótica que fotos e afins só do estado de desordem em que ficou o quarto no fim desta aventura.
Entretanto já demos mais banhos e a coisa tem corrido melhor, ao ponto de o miúdo já quase não chorar, mas ainda temos uma arestas para limar.

1 comentário:

  1. Muito bom! Eu acho que isso acontece a todos. O meu primeiro banho em casa também foi caótico, acho que te contei ;)

    ResponderEliminar