Páginas

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Cara ou coroa?

Ora o meu querido esposo adora tudo o que é tecnologia e gadgets. Há uns meses ofereceram-lhe um tablet barato e rasco e o menino andava delirante lá em casa com o novo brinquedo. Pena que 1 semana depois o deixou cair e lá se foi tablet.

Entretanto fomos falando em ter um iPad, como eu não fazia ideia do que lhe oferecer como prenda de casamento pensei: “Ele adora gadgets se eu lhe oferecer um iPad ele vai delirar! Está decidido vou oferecer-lhe um!” Mesmo sabendo que quando o “bicharoco” entrasse lá em casa, os minutos de atenção para mim ao final do dia iam terminar…”

Como não consegui comprar o iPad antes do casamento, acabei por oferecer-lho apenas um mês depois, (prendinha de um mês de casados).

O meu esposo é tão racional que a reação quando abriu a prenda foi de “repulsa”! “Ah não posso aceitar! Ah que prenda tão cara e que vai desvalorizar! Ah que eu preferia que tu poupasses esse dinheiro! Ah bla bla bla bla”

Eu perante estas reações não sabia se ria, se chorava ou se lhe atirava com o iPad à cabeça e lhe chamava de ingrato e insensível. Consegui manter a calma ouvir tudo o que ele tinha a dizer. Depois disso comecei a tentar convencê-lo a ficar com o tablet, referindo as mais-valias do aparelho “ah! este já tem 4G; 32GB; ecrã Retina; câmara isight com 5MP” mas deixando sempre do lado dele a decisão final de aceitar a prenda ou ir devolvê-la.

Como o rapaz também tem um lado emocional não conseguia decidir se ficava com o gadget ou o devolvia. Foi aí que sugeri que ele atirasse uma moeda ao ar para decidir: se calhasse cara devolvia, se calhasse coroa ficava com o iPad. E acabou por sair coroa...

Agora é ver o delírio da criança a brincar com o novo brinquedo.

Sem comentários:

Enviar um comentário